terça-feira, 25 de outubro de 2011

* Principado poético

A realeza do tarô nos presenteia com 16 figuras humanas. Um cavaleiro, uma rainha, um príncipe e uma princesa, para cada naipe. Ou, conforme os baralhos, pode ocorrer alteração nos nomes, como o cavaleiro ser o rei, a rainha a dama, o príncipe um valete e a princesa o pajem ou o escravo.

Independente das nomenclaturas, estas 16 figuras retratam 16 tipos de atitudes padrões humanas, assim como tipos de personalidade. Ultimamente, estou estudando a possibilidade da personalidade da pessoa ser retratada em uma carta principal, porém, as 3 restantes, de mesmo nome, mas dos outros naipes, ainda assim falam sobre os padrões de atitudes que toma.

Eu me identifico naturalmente com o Príncipe de Paus. Assim sendo, minha estrutura de personalidade compreenderia a presença dos outros 3, em Espadas, Copas e Ouros. Por sincronicidade da Fortuna, fui apresentado a 4 poesias, que retratam conteúdos relacionados aos Príncipes. Na ordem Espadas (a mente), Copas (as emoções), Paus (a energia/ação) e Ouros (a matéria), compartilho esta visão singular, mas que criou em mim um entendimento dos meus próprios aspectos interiores.

Príncipe de Espadas


Príncipe de Espadas ~ Crowley-Harris Thoth Tarot ~ Fonte: Albideuter.de

AVANÇO AO RETROCEDER


Viagem, bagagem.
Divago em bobagens
... mãos firmes no volante,
pés ágeis.. sigo em frente,
enfrento longa viagem.
À frente, o futuro
Enfrento um passado duro
sigo ao seu encontro.
Seguindo.. viajo para trás
... lembranças, volto no tempo
e, ele para mim jamais!


Rogessi de A. Mendes (Esther). Como publicado em: Luso-poemas.net

Príncipe de Copas


Príncipe de Copas ~ Crowley-Harris Thoth Tarot ~ Fonte: Albideuter.de

POEMA DO NADADOR


A água é falsa, a água é boa.
Nada, nadador!
A água é mansa, a água é doida,
aqui é fria, ali é morna,
a água é fêmea.
Nada, nadador!
A água sobe, a água desce,
a água é mansa, a água é doida.
Nada, nadador!
A água te lambe, a água te abraça
a água te leva, a água te mata.
Nada, nadador!
Senão, que restara de ti, nadador?

Nada, nadador.


Jorge de Lima. Do livro: "Poemas - Jorge de Lima" [selecão de Gilberto Mendonca Teles] , Global Editora e Distr. Ltda, 1994, SP

Príncipe de Paus


Príncipe de Paus ~ Crowley-Harris Thoth Tarot ~ Fonte: Albideuter.de

ENCARA O DESAFIO DO TEU JEITO


Levanta a mente do corpo calado
Acorda os pensamentos corretos
Que o dia já anda acordado

Encara o desafio do teu jeito
Como mesmo fosse a coisa última
A ter no mundo o teu conceito

A coisa se faz com cuidado...
A coisa se faz com respeito...
Não se faz a coisa forçado...

Que tua alma voará num céu eleito
Que o dia aclarará a tua vida
Que vida brotará no teu peito

E a coisa vai ser para ti
O que sempre imaginaste
Que a coisa seria em si:

Menos força, mais jeito.


Gê Muniz. Como publicado em: Luso-poemas.net

Príncipe de Ouros


Príncipe de Ouros ~ Crowley-Harris Thoth Tarot ~ Fonte: Albideuter.de

PEDRAS, PÉTALAS... PÓ.


Nas ruas da nossa vida
Pisamos pedras rolantes
Que nos levam à porfia
De caminhos tão errantes!

Às vezes temos guarida,
Às vezes, deambulantes,
Não passamos de vadios
Meras sombras caminhantes...

E as pedras do caminho
Podem ser pétalas soltas
Aos pés do nosso destino...

Ou armas de arremesso,
Se deixarmos as revoltas
Revelarem o avesso.

"Pedras a quem me confesso,
Cumpridas todas as voltas,
Sereis só pó, no regresso..."


Teresa Teixeira (Videira). Como publicado em: Luso-poemas.net

-> Clique para ver postagens semelhantes.

Um comentário:

Senhor da Vida disse...

Bravíssimo! Sou água e acho que em segundo lugar terra, queria ser mais espadas e paus.Cada um cada um, risos!